Saiba como o Okja deu vida ao seu adorável porquinho


A ideia do filme Okja é simples: Uma corporação cria um “super-porco” de seis toneladas geneticamente modificado para resolver a fome do mundo, então uma menina chamda Mija (Ahn Seo-hyun) adota um nomeado Okja como animal de estimação e tenta salva-lo do matadouro. Mas como você convence um platéia de que uma criatura em computação gráfica é adorável o suficiente para que essa garota (e a platéia) possam se apaixonar por ele?

Conversamos com o escritor e diretor da Okja, Bong Joonho (diretor do filme Snowpiecer – Expresso do Amanhã), e o supervisor de VFX (Efeitos especiais), Erik De Boer (vencedor do Oscar as aventuras de Pi), sobre o processo de esboços a modelos para animação por computador – que deu a luz ao Okja.

 

Os primeiros sketches mostravam uma criatura enorme de pequenas orelhas

Bong Joon-ho: Para mim, o pontapé inicial tinham dois aspectos da criatura: Tinha que ser muito grande, e também parecer dócil, introvertida, e triste. Eu fiz alguns desenhos e então me encontrei com o design de criaturas. Nós discutimos sobre o concept.

Embora seja um animal que nunca vimos antes, deve parecer familiar, por isso precisa ter características de animais que vemos: o porco, o hipopótamo, o peixe-boi. Então começamos o projeto. Houve muitos erros durante os testes ao longo do processo.

Erik De Boer: Fui apresentado com os desenhos conceituais e Bong disse:

“Quero fazer um filme sobre esse porco”. Mais tarde, muitas pessoas me disseram: “Tudo isso depende de você. Se Okja falhar, não temos um filme.”

Os renders seguintes encolheram a criatura e incorporaram mais aspectos do peixe-boi, um mamífero marinho apelidado de “vaca do mar”.

Bong Joon-ho: Se você olhar um mamute, vê que ele é tão dócil, e aparenta até mesmo uma expressão de erroneamente culpado.

Nós trocamos e compartilhamos mais de 100 imagens de hipopótamos e mamutes.

Erik De Boer: Nós brincamos um pouco com o pé, mudamos a proporção ao redor, o tamanho das orelhas, colocamos algumas coisas peludas sobre ela para torná-la mais macia e feminina. Tudo estava voltado a torná-la atraente o suficiente para nos apaixonar – e não uma criatura tão horrível que todos na audiência iriam dizer “Oh, mas que diabos!”

Para dar aos atores algo real com que ele interajam, a produção construiu um “massa” de espuma cortada a laser, mais tarde substituída por computação gráfica.

 

Erik De Boer: Nós não tínhamos um fantoche como tal. Nós tivemos algo que chamamos de estufa. Este animal é tão grande – são seis toneladas de carne de porco – que não há com representar com sucesso no set.

Então nós tínhamos esses objetos para substituir.

Bong Joon-ho: No caso do Expresso do amanhã, foi apenas um monstro que atacava as pessoas a distância.

Aqui, a coisa mais importante era a intimidade entre Mija e Okja, então eles devem sempre se abraçar, e dormir um com o outro, e ter esse toque próximo. Então nós precisávamos de algo onde o elenco pudesse interagir.

Severas carcaças tornaram possível os atores atuar com a presença da criatura, sem necessitar de um torso pesado.

Erik De Boer: Nós tivemos um esqueleto chamado push-pull rig.

Nós tínhamos cabeças leves, nós tínhamos cabeças pesadas – como apenas a cabeça do porco, por exemplo, mas as mais leves, para que pudéssemos correr com elas e também tínhamos as pesadas, para que pudéssemos empurrar e exercer alguma força nela para que os atores pudessem interagir melhor.

Tinha que ser pesada para que houvesse essas interações porém suficientemente leve para poder ainda fazer marionetes. O animal é chamado de super-porco, mas é realmente híbrido – orelhas de elefante, corpo de hipopótamo – então (para a animação) nós marcamos muitos movimentos desses animais.

No final, eles perceberam que tudo se aproximava dos olhos.

Bong Joon-ho: O tamanho do olho é muito importante. Esse é o dilema: Se é muito grande, é fofo mas é cartoon. Se é muito pequeno, há menos oportunidades de expressar emoções. Se você assistir ao Planeta dos Macacos, verá que eles fizeram os olhos de Caesar tão bem que você sente a emoção. Foi isso o que aspiramos: um sentimento de mistério nos olhos.

Erik De Boer: Eu penso que quando você assiste ao filme, o que impressiona é que realmente consegue sentir que há uma conexão de Mija com Okja. Nós nos divertimos bastante para ter certeza de que Mija poderia focar naquela relação, naquele laço emocional, o mais convincente o possível.

Bong Joon-ho: Erik e eu trocamos muitas fotos para capturar os olhos dos animais que retratam muita emoção – especialmente este cão chamado Randy, que é o animal de estimação da nossa chave principal. Seus olhos eram muito chamativos.

Após terem dado olhos, grandes orelhas e pele realista ao Okja, eles ainda tinham que dar a ele personalidade.

Bong Joon-ho: Eu não penso que Okja seja um metamorfo. Ele não tem nenhum tipo de simbolismo que mostra isso. Eu simplesmente quero fazer com que o público acredito que isso possa acontecer em um  futuro próximo, como daqui a 5 anos. Na realidade, já temos animais desse tipo sendo desenvolvidos.

Eles estão modificando geneticamente um porco. Um salmão geneticamente modificado também está em desenvolvimento.

 

Erik De Boer: Em termos do comportamento e personalidade de  Okja, Bong e eu sempre cão labrador muito amigável sobre isso. Eu acho que todos podemos nos relacionar com esse cachorro ligeiramente mais velho que é apenas feliz em demarcar por aí, um pouco de madeira, com orelhas flexíveis, ficando sobre suas sobrancelhas. Essa era a personalidade que queríamos dar a Okja: apenas um labrador muito contente em um corpo de um porco gigante.

Fonte: vulture.com

Para você que está perdido, assista ao trailer de Okja:

 

Quer estar sempre conosco?

Participe do grupo: https://www.facebook.com/groups/artandchatbr/

 

 

 

 

 

 

 

 

Foto de perfil de Art and Chat
Sigam-me

Art and Chat

Buscamos sempre trazer as melhores notícias sobre arte até você, usuário.
Você pode entrar em contato conosco através do nosso formulário ou via Facebook e/ou Instagram. 😉
Foto de perfil de Art and Chat
Sigam-me

Últimos posts por Art and Chat (exibir todos)

Qual a sua reação?

Curti Curti
0
Curti
Amei Amei
1
Amei
Haha Haha
0
Haha
OMG OMG
0
OMG
Assutador Assutador
0
Assutador
O que? O que?
0
O que?

Comentários 0

O seu endereço de e-mail não será publicado.

log in

Captcha!
Don't have an account?
sign up

reset password

Back to
log in

sign up

Captcha!
Back to
log in